quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Não espere acontecer.


Nunca temos culpa de estar te amando... Nem de nos pensando em você; toda hora... Nunca entendemos bem o porquê deixamos acontecer... Isso tudo nos apavora às vezes.
A pessoa não tem culpa se você está sofrendo, se fantasiou de verdade esta história.
Se ela tem namorado, pode até estar errado faz isso... Mas você tem que ganhar ela pra você.
Sente como se fosse algo mais do que um simples desejo é muito mais do que amor... Chegamos a ver a pessoa nos nossos sonhos, e isso só aumenta ainda mais a dor. E é ai que você acha que se apaixonei pela pessoa errada.
Ficar com você, deixa ao menos tocá-la, fazer com que entenda que estar ao seu lado é o lugar dela... Uma chance.
Mas sempre que você o vê do lado dela, morres de ciúme... Sente como se estivesse enlouquecendo.
Ao em vez de frustrar e perceber que nem tudo é pra se ter e quem nem tudo é como queremos, você tem é que reagir!
Do mesmo modo que não mandamos no coração e nos apaixonamos por alguém que não podemos ter, temos que notar que sofrer por algo que nunca vai ser nosso é um ato desnecessário. A pessoa certa está lá fora... E o que você está fazendo ai?! Saia... Vá em busca do que vale a pena. Né Melhor?!

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Escuta aqui...


Será que podemos gritar mais alto? Quantas vezes você mandou ela/ele embora... Ou disse alguma coisa que insultasse a pessoa?
Podemos ser tão maus quando queremos... Somos realmente capazes de qualquer coisa! Podemos cortá-los em pedaços, quando nosso coração está partido.
“Por favor, não me deixe...” Mas sempre dizemos como não precisamos da pessoa, mas no fim das contas sempre acabamos voltando a este ponto... O de dizer “por favor, não me deixe.”
“Como eu me tornei uma pessoa tão odiosa?” Você se pergunta... Mas o certo a se perguntar é ”O que há com você que me faz agir deste jeito?” Pois você sabe que nunca tinha sido tão desagradável.
As pessoas poderiam nos deixar a par de tudo, poderiam nos dizer quando que tudo isso é apenas uma competição... É o vencedor aquele que bater mais forte, ou o que sair menos ferido... como coração menos partido.  Mas, isso é o amor... Mesmo quando não queremos dizer algo que magoe dizemos, e nos desculpamos, e sai um “é sério, eu juro!”
Nos esquecemos de dizer em voz alta o quanto a pessoa é linda pra nós, que não conseguimos ficar sem ela, que é seu perfeito saco de pancadas... Rs. E o quanto você precisa dela.
 Mas não... Sempre fica faltando dizer algo. E o que dizemos é que como não precisamos dela. E nos arrependemos disso... Sempre voltando ao ponto de dizer “Por favor, não me deixe!”
Por que não dizer... Por que não admitir e se entregar? Meta para o próximo ano: Se envolver mais... Se dar mais para poder assim receber. Mas que seja com alguém que queria isso também. Né Melhor?!




domingo, 25 de dezembro de 2011

Não sonhe... SEJA!


Não sei... Mas quando chega o fim do ano, a gente se pega olha para traz e nos perguntamos se é mesmo isso aí que a gente achou que a vida ia ser depois de mais um ano...
É como se nessa hora a nossa história de repente ficasse tipo como alguma coisa que alguém inventou... Algo não feito por você mesmo. Por fim a gente não se reconhece ali, em algo oposto a um déjà vu.
Tem tanta coisa que a gente não diz, passamos esse período de fim de ano nos perguntando se estamos felizes com o rumo que a vida tomou, não só no trabalho, mas também no amor.
Será que você é dono do seu próprio nariz, ou o reflexo no espelho que se transformou? Como quem não sabe o que esta fazendo, ou como fazer para chegar lá... E por isso mesmo que temos que quer mais, sempre mais! E não dá pra ser depois, deixar para depois do que ficou pra trás... Na hora que já é! Faça a hora, para esse próximo ano faça acontecer. Né Melhor?!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Primeiro eu, segundo eu e terceiro... EU!

·        
·         Ter medo de perder tudo aquilo que você considera especial é normal... As pessoas podem falar um monte de coisas sobre a pessoa na qual está com você, chamar de falso e tudo o mais. Mas o que importa é que você ficou realmente com medo de perder-la.
Sabe quando se ama de verdade e não quer ser só mais uma pessoa, uma substituição do ex na vida dela?!
Medo de que quando se entregar pra você de um jeito profundo, passar um sentimento puro, lindo... Você receber a certeza de um amor perfeito, como agora, e de repente, amanhã ou depois tudo mudar, ou outra pessoa aparecer na vida dela e mudar seus pensamentos.
Sabemos quando temos certeza do que sentimos por alguém, e jamais voltamos atrás quando isso acontece.
Quando escolhemos alguém pra dividir cada momento da nossa vida, mesmo que demore algum tempo, o que nos dá a certeza disso é quanto sentimos falta do toque o quanto a cama fica vazia sem ela... O quanto queremos a pessoa para poder abraçar, fazer carinho no seu cabelo, pegar sua mão e beijar, alisar seu rosto e sentir o cheiro...
Viva o momento... Não deixe a duvida tomar conta da sua vida.
E quando não te derem o valor que você merece, dispense. Mesmo gostando muito da pessoa! Pois você tem que gostar acima de tudo de se
mesmo. Né Melhor?!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

É... entendi.


Nem é tão difícil entender as mulheres... Mas fazê-las elas entenderem nós homens, já é outra história... Sentimos-nos muitas as vezes os injustiçados, assim como elas se sentem também por muitas vezes. Agimos de maneiras algumas vezes estranha para muitas delas, mas tudo tem uma explicação.
Vamos começar
falando o que pensam mulheres. Pois não é por mal, mas não somos muito bons com indiretas... Ai quando fizermos uma cagada, fale – uma vez... E não grite, nem com suas amigas. Isso não é legal, mesmo.
Quando vocês ficam bravas com coisinhas pequenas e insignificantes, nós questionamos sua inteligência, sabiam? Fora o fato de que vocês também mentem muito mal quando dizem que está tudo bem – nós sabemos que não está, só não sabemos o que aconteceu... Como também não entendemos quando vocês perguntam: “Você acha aquela mulher bonita?” Sempre que isso acontece um alarme de perigo iminente sempre dispara.
E não, eu não me lembro o que ele disse depois. Nem o que ela disse... Nem me lembro do homem de camisa roxa perto da porta. Somos ruins em detalhes, e de memória algumas vezes também... Mas prometemos que se aprender a jogar videogame, nossos finais de semana teriam uma emoção a mais. Além de nos pedir pra ajudar a escolher com qual roupa vai sair. Provavelmente vamos fazer uma escolha ruim e vamos nos atrasar ainda mais. Mas se me der duas ou três opções de roupa já são outros 500... E seria bom se você se trocasse de roupa na nossa frente. Bem devagarzinho... Vamos gostar muito! Do mesmo modo que adoramos quando vocês fazem rabo de cavalo.
Você pode me chamar pra transar a hora que quiser. De verdade. E acreditem,
não tenham medo de dispensar a maquiagem – natural é sempre mais sexy...e olha, celulite ou langerie feia só nos incomodam se estiverem em um estado muito crítico. #FATO
Às vezes, nós nos perguntamos por que mulheres tão incríveis querem ficar com a gente, seres tão inferiores... Então, obrigado mais uma vez...
Fale o que se pensa, e só assim podrá conseguir que as pessoas descubram as coisas que adoraríamos que soubessem. Né melh
or?! 

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Não foi eu, juro!


Convenhamos que é horrível carregar nas costas a culpa por algo que você não fez... Mesmo querendo muito.
Pensamos que seria melhor ter feito... Consumado o fato, pois assim não nos sentiríamos injustiçados.
Só nos sentimos mal porque muitas às vezes achamos que conhecemos as pessoas a nossa volta... Tendo também a impressão de que nos conhecem, mas não... Nos iludimos com o fato de que somos pessoas transparentes o bastante para poder dizer que "sim, sou o que você vê” e não o que acham, ou tem idéia que você é...
Perceber que não somos compreendidos, do modo que pelo menos achávamos, dói... Digo isso porque conhecemos bem as pessoas, mas quando tudo isso acontece vemos que estamos errados.
Nem as melhores explicações do mundo vão tirar da cabeça da pessoa que o quanto você “errou”, e quanto mais você falar, mas errado vai perecer estar!
O que se tem a fazer e ficar calado, deixar apoeira baixar... “Quem se explica demais é por que tem culpa no cartório” é o que vão pensar de você.
Não fale, não faça... Ou faça de tudo para não fazer nada, e o que for feito... Bem, que não seja um erro. Né Mlehor?!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Tô todo molhadinho...


Desabafo é como ter uma vontade louca de fazer xixi... É uma coisa que incomoda quando está dentro de nós e na qual até conseguimos controlar, segurar por alguns momentos, mas tem uma hora que temos que expelir tudo isso de nós para que nos sintamos mais leves e renovados.
Convenhamos não há melhor sensação que de sentir bem consigo mesmo, e como mundo a sua volta.
Para que prender tanto, se no fim das contas vai ter que sair mesmo? Bem, tem lugares e situações na qual não podemos nos aliviar... Mas digo, na primeira oportunidade que tiver libere tudo o que está gritando dentro de você.
Pra que ficar adiando? Assim você acabará tendo uma “infecção urinaria”! Se alivie... 
Pois o ato de urinar é voluntário e indolor.
Sinta-se leve novamente
. Né Melhor?!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Mateus 25:35

Descubra qual o poder do titulo do post clicando aqui!

Muitas coisas podem ser importantes para nós... Tais como casa, carro e carreira... Em algumas vezes até mesmo o dinheiro. Mas se tratando de algo sagrado, algo como nossa família, amigos, sonhos e amor próprio temos que compreender que a idéia de se ter algo sagrado é que isso vem antes de qualquer outra coisa que esteja acontecendo.
Sabe quando você pede, e nada muda...? E então você reza mais ainda... Só que depois de um tempo, vê que não era porque não rezava o bastante, mas é que “ninguém estava te ouvindo”,  você pensa.
Muita gente pode que você acredite nessa “fantasia”, mesmo que essa seja até reconfortante... Mas isso não é um ato muito moral a se fazer, é cruel.
É bacana sentir que se tem uma linha direta com Deus... Mas tem vezes que nos sentimos como todo mundo, como se estivesse flutuando pelo espaço. Sentimos-nos assim quando esquecemos que não estamos sozinhos...
As grandes perguntas são grandes por um motivo... São difíceis, difíceis de responder. A vida é maior, maior até que você... Pois você não é Ele. Não entende aos caminhos que Ele percorreu, veja isso na distancia em seus olhos... E é quando percebes que falou demais.
Se Deus tivesse um nome, que nome seria? E você, diria na cara dele, se estivesse cara a cara com ele? O que você perguntaria a Ele se tivesse uma só chance? Difícil imaginar, mas e se Deus fosse um de nós... Um mau caráter? Ele pode até ser um estranho o ônibus, qualquer um tentando chegar em casa... Pode ser a pessoa que você chama de companheiro (a) ou um amigo, ou até mesmo aquele membro da família que você acaba de perder...
Deus nunca comente erros, é nisso que você tem que acreditar.
Né Melhor?!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Fácil, extremamente fácil...


Às vezes me pergunto por que as pessoas se apaixonam tão rápido por alguém, um pessoa que até alguns dias atrás era um completo desconhecido...
Depois de ter passado por um relacionamento na qual só se tem dor, o normal é querer ficar sozinho por um tempo... E é o que muitos fazem, mas tem aqueles que passam tempo demais em meio a solidão. Tendo só e simplesmente a si mesmo como companhia. Talvez por medo de se machucar novamente...
As pessoas que se apaixonam facilmente, tem o grande problema da carência. Sentir-se só, abandonado e sem valor é rotina na vida destas pessoas... Por isso quando encontram alguém na qual aparentemente entendem tudo o que a angustia e os seus questionamentos para com o que acontece no mundo a sua volta, ela se apaixona... Agarram-se a essa chama de esperança na qual anuncia que a solidão pode ter chegado ao fim. Ilusão talvez? Pode até ser que seja...
Os amigos podem sim suprir uma necessidade maior que a da companhia...
Estar do lado, rir... Ou só conversar e andar por ai é mesmo um dos papeis básicos de amigo. Mas e na cama? Sabemos que existem as amizades coloridas... #Fato! Mas será que elas  suprem a vontade do ter, sentir, viver?
Talvez amigos coloridos sejam apenas amigos com o acréscimo do sexo, sem sentimento... Sem dor.

Dizem por ai que “é melhor fazer com um amigo, do que com um inimigo” Que seja... Pois Tudo começa de uma grande amizade.
É preciso ir devagar, um tijolo de cada vez... E assim, no fim quando a amizade estiver solida, forte o bastante para suportar um relacionamento você vai ter ao seu lado não um namorado/a mas sim um amigo! Né melhor?! 


sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Você faz falta...


Uma das palavras mais presentes nas poesias da língua portuguesa e também na música popular... Palavra essa que só os galegos e portugueses conhecem.
Capaz de descreve a mistura dos sentimentos de perda, distância e amor...
Definir a melancolia causada pela lembrança; a mágoa que se sente pela ausência ou desaparecimento de pessoas, coisas, estadas ou ações... Tarefa difícil... Ainda mais quando feito com apenas uma só palavra.
Palavra essa que provém do latim "solitáte", solidão... Originando assim a SAUDADE.
A realidade é que quando ela, a pessoa que nos faz sentir bem não está ao nosso lado não há paz, não há beleza... É só tristeza e a melancolia.
E então, o que fazer quando bate a saudade?! Ah... Quando isso acontecer só nos resta pegar as cartas escritas com carinho, e as reler... Aspirar bem fundo o perfume do cheiro deixado no lençol. Ver na fotografia que te deu rosto dela... Quando bate a vontade, feche os seus olhos que você vira o sorriso meigo.
Mas a melhor parte de tudo isso é quando finalmente temos de volta tudo aquilo que tínhamos “perdido”.
Recebendo com abraços, que hão de ser milhões de abraços... Apertado assim, colado sim. Serão abraços e beijinhos, e carinhos sem ter fim! Tudo isso só pra acabar com esse negócio de ela longe de ti.
Com isso vai perceber que o melhor lugar é estar ao seu lado. “Não quero mais esse negócio de você viver sem mim” Você vai dizer. Né Melhor?!



quarta-feira, 9 de novembro de 2011

l'amour...


Assim como procuramos saber de onde viemos e para onde vamos, queremos também entende o amor. Mas pra que essa mania do ser humano de querer saber tudo...? Vocês vão concordar comigo, quando digo que saber demais só atrapalha. Muitas vezes temos que mergulhar de cabeça e deixar o mar de emoções nos leve. Ai sim teremos vivido... amadurecido e sofrido o bastante pra saber tudo o que queríamos saber no começo. Certo?!
Sabemos que o amor é o fogo que arde sem se ver... E muitas vezes, depois das decepções, é ferida que dói e não se sente. Mas mesmo assim, só com ele temos um contentamento descontente... E somos felizes assim.Amar sem ser amado muitas às vezes faz nascer uma dor que desatina sem doer. Mas o que você sente é tão forte que chega a ser um não querer mais que bem querer.
O mais solitário pode sim ser solitário, e andar por entre a gente. E por si só, se contenta... Como um não contentar-se de contente. E busca um amor mais a frente... Um amor sem dor. Mas isso não existe.
Como tempo notamos que amar é cuidar, algo que se ganha em se perder.
Para alguns, o amor pode ser algo terrível... Nossos amigos que o digam. Para eles é uma prisão, algo feito pra nos distancias deles... Só que, o que eles mesmos não percebem, é que o amor é um estar-se preso por vontade.
Servindo sempre a quem vence, o vencedor... Aquele que conhece o que é verdade, o amor.
E se caso precisemos de mais provas... Talvez se ele/ela escrevesse uma sinfonia para você, só para dizer o quanto você é importante... Ou comprasse um anel na qual representa o coração dele/dela... Precisando dizer uma coisa, diga "Eu aceito".
Aceitar ao amor é algo incondicional... Fazemos isso ser querer... E até mesmo sem saber. Por muitas vezes nos pegamos amando, com ciúmes... Ou felizes por alguém.
E querem mesmo saber o que é isso? È só o amor... Caso você aceite tudo de bom que ele tem pra lhe oferecer. Não pense muito, diga sim, eu aceito! Né Melhor?!



"AMOR BASTANTE

quando eu vi você
tive uma idéia brilhante
foi como se eu olhasse
de dentro de um diamante
e meu olho ganhasse
mil faces num só instante

Basta um instante
e você tem amor bastante [...]Paulo Leminski



terça-feira, 8 de novembro de 2011

Mulher de fases...


Não é difícil entender as mulheres...  Mesmo elas sempre querendo algo que não podemos dar alguns homens até se ariscam a tentar desvendar esse mistério.
Garotas podem usar jeans, cortar os cabelos curtos ou usar camisas... Pois não há problema em ser um menino. Homens, tudo mais fácil. Mas se um garoto se parecer com uma garota, é degradante!
Mas... Porque você acha que ser uma garota é degradante? Sabemos que alguns secretamente adorariam saber como é, não é? Como é ser uma garota.
E é por isso que digo, as mulheres são seres incríveis... Não só por que sangram até 7 dias e não morrem, mas também por serem imprevisíveis!
Isso mesmo, elas podem sim nos surpreender. Pois por mais que pensemos o contrario sobre, elas podem fazer coisas que jamais imaginemos.
Uma mulher não faz fofoca, não perdi a paciência, não é gananciosa, oportunista, rabugenta, chata invejosa e nem irritante... Sabe controlar muito bem a sua TPM, não reclama de nada, nem tão pouco grita, não joga praga no outros, nem tem ataques de ciúmes... A mulher não pergunta se está gorda, não chora sem motivo, nem recusa sexo pra sacanear.
Elas têm amor próprio, não comem chocolate (não muito), não compram coisas que não precisam em promoções... Não estouram o limite do cartão de credito do marido e nem batem o carro dele... Hoje!
Agora eu lhes pergunto... Por que é tão difícil entender um ser humano assim, tão perfeito?! #Sera Rs.
Talvez tenhamos que ir além dos nossos conhecimentos, e tenhamos que entender que nada pode ser prefeito, pois a perfeição estraga tudo.
Não é tão difícil entender as mulheres... O difícil é encontrar alguém que tente fazer isso. Tente, invente, seja uma pessoa diferente! Né Melhor?!



segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Caro amigo...


Sabe quando você tem amigos e eles somem? O que você faz em troca, já que ninguém te liga e nem manda se quer um SMS? Você não faz nada, claro!
Cansado de ser o único a se esforçar em saber se está tudo bem, se precisam de algo ou se querem dar um role por ai... É você quem some dessa vez. Sem deixar rastros...
Engraçado que quando é você que some, eles acham ruim... Reclamam o fato de você nunca mais ter ligado ou dado sinal de vida.
Amigos são sim algo importante me nossas vidas, mas tão importante do que ter-los, é saber valorizá-los. 
Ele que toda vez que estas pra baixo te auxilia... Nas horas que precisa você chama a ele, seu amigo. Uma pessoa que diz as palavras certas, para você seguir em frente...
Mas muitos parecem não precisar disso...
Talvez o tempo que não tem, o cansaço que não deixa, a falta de grana... Tudo pode acontecer. Mas nem mesmo com tudo isso, nenhuma dessas situações, nada serve como desculpa.

“Amizade é isso, está lá até mesmo quando você não está, e te esperar voltar.”
Muitos não sabem a importância disso... Antes que você seja um deles, esteja lá! Né melhor?!



                                     




e leia mais um post sobre amizade, saiba dar valor ao que você tem de mais precioso!





quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Superfície...


Alma, muitos não deixam que os outros a vejam, tão pouco a epiderme da sua. Aquilo que fica na superfície... Nosso intimo que revela tudo sobre quem somos.

Muitos querem tocar nossa alma, com a superfície da palma ou até mesmo com o sentimento que vem do coração...
Sentir-se livre, estar sim livre. Bem, com razão ou não... Sem medo, pois isso do medo se acalma assim como a sede, que se apaga.
Falar que todo pesar, não existe. Os amores e as dores são marcas em nossa vida... É como um reflexo na água, que fica sobre a última camada, localizada abaixo da superfície.
Sem crise, pois ela já acabou. Estando livre, perceba que já passou o seu temor, seu medo agora sem motivo. Permaneça com calma, nenhuma forma de trauma agora sobrevive.
Bem de leve, você nem percebeu, mas a alma já pousou, está na superfície.
Agora do lado de fora, nenhuma forma de trauma realmente sobrevive... Quando estamos sem armas, com novas válvulas que agora filtram tudo de bom.Não adianta fugir de algo que o destino já tratou de escrever... Sua alma pode estar guardada bem lá no fundo, porem... mais cedo ou mais tarde ela vem a tona, e fica na superfície.
Estar bem, com razão ou não... Não é motivo pra preocupação. O que te liberta do medo é a sua alma não está presa, que ela respire e sempre fique na sua epiderme... Bem na superfície. Né Melhor?!



quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Voa canarinho... voa...


Cada dia é um novo dia, e temos que ser gratos por cada vez que respiramos. Não tome isto por gratidão... Aprenda com os seus erros.
Tudo está além do seu controle, e às vezes é melhor deixar pra lá... Não podemos controlar tudo que acontece nesta vida. Confie no amor, e você terá paz de espírito.
Sinta-se vivo. Muitos levam um bom tempo para sentir-se assim pela primeira vez... E quando isso acontece, você não tem como negar a si mesmo. Você se sente tão bem que acha que pode voar! É uma sensação de felicidade e bem estar que não sabemos de onde vem, nem como nasceu... Só sabemos que existe, e está dentro de nós agora.
Com o brilho do sol no rosto e uma nova canção para cantar... Você quer dizer ao mundo como se sente por dentro, mesmo que isto possa lhe custar tudo. Uma força que está além do seu controle.Você se sente outra pessoa, agi de modo diferente como de costume... Tendo só uma coisa em mente: “vamos viver ao máximo E sem questionar o porquê sussurra... eu acho que posso voar...”
Pois bem, o que posso dizer? Bata asas...
 Né melhor?!






terça-feira, 1 de novembro de 2011

Para todo o sempre.


Sabe quando em sua vida tudo só era sobre você e você mesma? Quando se pensava que relacionamentos não eram nada além de um desperdício de tempo... E você nunca quis ser a outra metade de alguém? Bem, as coisas mudam... o mundo muda e você também!
Achamos que estamos felizes por não ter ninguém, por que pra muitos esse é o único caminho que conhecem... Até encontrar uma pessoa especial.
Em muitas as outras vezes foram algo como talvez sim e talvez não... “Eu posso viver sem isso, eu posso deixar pra lá” você já deve ter dito pra si mesmo, mas a partir do momento em que se é arrebatado por esse sentimento bom, pensamos “no que foi eu me meti...”
Mesmo com duvidas do tipo, ”sou só eu?” ou “você sente o mesmo?” você sabe o suficientemente para entender que as promessas de que não vai voltar atrás e que não vai te magoar, que ele fez são verdade. Confiando que nunca se sentiu como está se sinto agora, acha certo dizer que não há nada que não possam superar.
Engraçado nos pegarmos pensando assim, porque todas as outras vezes foram algo como talvez sim e talvez não... E agora é algo do tipo “eu não vou viver sem isso, eu não vou deixar pra lá” Você agora quer mesmo fazer parte disso!E quem sabe, quando forem bem velhinhos, estando sentado um ao seu lado do outro vão lembrar-se de quando pensavam... “olha só no que foi que a gente se meteu.” Esse tipo de coisa só acontece quando damos uma oportunidade ao coração. Né melhor?!




segunda-feira, 31 de outubro de 2011

"você realmente me machucou..."


Era uma vez... Do mesmo lado, No mesmo jogo... Depois de um tempo... Roubam sua estrela, a pessoa some da sua vida como que fugindo de algo... E você fica, querendo saber os erros que possivelmente cometeu... Segurando em sua mão duas metades do seu próprio coração.
Pensando... “E por que você teve que ir?”  Mas o fato de ela não entrar em contato, nem te responder, faz você se perguntar “será que é porque realmente quer se afastar de você, ou é falta de tempo mesmo...?!” Pode até ser algo relacionado ao trabalho ou até mesmo outra coisa semelhante... Você imagina as possibilidades. 
Na sua mente já estava tudo pronto, você poderia ser a princesa, e ele poderia ser o rei...
E juntos poderiam ter um castelo, num reino, mas não... Ele deixou tudo para traz, deixou você.
Na verdade, em momento assim você se pergunta se o problema  está consigo ou com a pessoa. Mas foram jogadas todas suas coisas fora... As lembranças, os sonhos que tinham juntos, e não foi você que o fez.

Muitas as vezes essas pessoas somem, pois não estão mas dispostos a abrir mão, querer compreender, compartilhar, aceitar e até mesmo dividir uma vida, seu coração... O  sentimento.
No fim das contas, por mais que procuremos respostas nem sempre elas não são o melhor pra nós em momentos como este. E o que se tem a fazer é criar um sentimento novo, por você mesmo... O amor próprio! Né Melhor?!

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

"espelho, espelho meu..."

“Porque às vezes não consigo fazer nada certo? Todo dia tenho uma guerra contra o espelho... Vejo o reflexo e penso que não posso assumir a pessoa que está me encarando.”

Pensando assim és um risco pra si mesmo, sabia?
É bom que seus amigos saibam que é melhor não te deixar consigo mesmo... Você é o seu pior inimigo!
Eu bem sei o quanto é ruim quando você irrita a si mesmo... Mas isso não é motivo para que não queira mais ser seu amigo. Mesmo quando você quer ser qualquer outra pessoa.
Tudo que você tem que mudar... Tudo o que você é. Cansado de ser comparado... Pensa Eu não sou isso.” Talvez se você for ao doutor, ele te receitar alguma coisa... Algo do tipo um dia na vida de outra pessoa... Mas mesmo assim, não vai te ajudar muito!
O exercício de quando estiver na frente do espelho, aceitar a sim mesmo, perceber que nem sempre acertamos, que ninguém é perfeito... Isso pode ajudar. Olhar no espelho e aceitar a pessoa que você vê no reflexo. Né Melhor?!


quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Xeru ^^


Saber amar, todos sabemos... Mas o que muitos não sabem é como demonstrar esse sentimento por alguém. Sentimento que um alguém pode sentir até mesmo você que está lendo esse post agora.
Muitos de nós sabemos o exato momento em que o amor nasce (o ciúme daquele amigo... ou a saudade súbita pelo colega de trabalho), o desejo brota e logo depois vem à pergunta: “Mas será mesmo... Como faz?!”
O amor nada mais é do que a evolução do carinho que temos por uma pessoa. Um beijo, abraço ou um simples aperto de mãos podem dizer muito... Para quem nos ama, isso pode ser tudo. Ela pode sentir como quem “ganhou” o dia!
Nos dias de hoje, uma grande parte da população se sente assediada quando é tocada... Sim, tocada!
Falo sobre um beijo longo no rosto ou um abraço mais apertado. Algumas pessoas pensam logo que o remetente do tal abraço caloroso quer algo mais em troca do que simplesmente a recíproca. Você sabe do que estou falando, não é mesmo?!
Crescemos sem o costume do toque... Sem a presença do carinho em forma de gesto, e ai, quando somos recebidos com algo que não um gesto áspero, algo fora do esperado... Como um simples aperto de mão ou um “OI”, ficamos com receio. Pois somos acostumados às caras fechadas dos demais passageiros do ônibus, dos pedestres de estão ao nosso lado na faixa ou da vizinha logo pela manhã quando saímos de cara para mais um dia... Quem dirá do padeiro da esquina, ou da sua própria mãe!
Mas como mudar isso? Como fazer para derrubar essa Barreira? Bem... Para os que não têm o bom costume de partilhar o carinho, os que se dizem não ser carinhosos... Para esses peço para tentarem rever seus conceitos. Que tentem entender que o carinho nada mais é que uma extensão dos seus sentimentos. É isso mesmo gente... Uma extensão daqueles sentimentos que vocês deixam guardados!
Nenhum de nos tem no lugar do coração uma pedra. Ele é um músculo e como tal precisa ser trabalhado, exercitado para cada vez ficar mais e mais forte... E ai, um dia poder carregar o peso de um grande amor! Né melhor?!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Você tá me entendendo?


Você provavelmente já deve ter ouvido dizerem por ai que “cada cabeça é um mundo”... Não foi? Pois bem, isso é #FATO! Só que nos damos conta disso apenas quando somos incompreendidos.
As palavras tem algum tipo de magia... Um poder absurdo, na qual é capaz de fazer muitas coisas... Como tanto pode fazer alguém rir ou chorar. Sem falar nos demais sentimentos causados pelo mau uso da feroz força que as simples palavras que usamos possuem.
Saber o que dizer, como dizer e quando, são atos muito importantes.
Apesar de que na maioria das vezes mesmo não percebemos, mas já fazemos isso... Acaba sendo inconscientemente.
Muito sentimento é guardado... Alguns deles são tão fortes que nem palavras conseguem traduzi-los.
É quando temos aquela vontade de por pra fora tudo o que está nos afligindo... o que permanece ainda trancafiado dentro de nós, e não conseguimos expor (não com palavras) e mesmo assim, em uma atitude errônea fazemos, que percebemos que não somos compreendidos... Bem, não como queríamos/ deveríamos. Mas isso só acontece, por conta do mau uso do poder...
Os sentimentos tem que ser postos pra fora... De algum modo, mas não de qualquer modo!
“Com grandes poderes, vem grandes responsabilidades...” E é pensando nisso que temos que saber muito bem o que estamos dizendo. Além de ter certeza de que a pessoa está te entendendo, do jeito que deve ser... 
Pois o poder está nas suas mãos. Você tá me entendendo? Rs. Né Melhor?!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Eu ein... te conheço?!



O que faz as pessoas se cumprimentarem? Quem deve falar primeiro: quem já estava ou quem chegou? Será isso uma questão de educação ou força de vontade?
Dentre os vários comprimentos, um simples “OI” é o de mais valia. A comunicação é um preceito básico para a sobrevivência do ser humano.
Pode ser difícil, mas vamos tentar... Existem pessoas que acham super normal falar com você um dia, e no outro sem nenhum motivo aparente não falam mais. E só voltam a lhe dirigir a palavra, vários dias depois... quando lhes dá vontade. Tudo isso sem você ter feito mal nenhum. É incrível... mas essas pessoas existem.
Um motivo aparente é o fato de elas não se sentirem na obrigação de dirigir a palavra a você. Como se não fosse necessário, pois elas bem sabem que você pode sim sobreviver mais um dia sem um “bom dia” ou que seja um “OI”.
Tem também o fato de essa mesma pessoa não ter muito afeto por você, ou simplesmente não ir com a sua cara, e mais uma vez ela não se sente na obrigação de dizer um “OI” a você.
Como lidar com uma pessoa assim?! E devemos de fato dirigir a palavra a ela, independentemente de não fazer o mesmo conosco? A resposta é SIM! Tanto faz que seja uma questão de educação, ou costume... Pois uma coisa é certa, os dois estão interligados.
Assim cabe a você cumprimentar a esse ser e dar-lhe um belo sorriso, sempre... Mesmo quando não houver resposta... Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura... Né Melhor?!


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

De malas prontas...


Pessoas que não tem papas na língua, que não levam desaforo pra casa ou que simplesmente tem sempre uma resposta na ponta da língua sempre nos faz pensar que nada as poderá atingir... certo?! Errado! Muitas dessas pessoas quando chegam em um certo etapa da vida, por um motivo ainda denominado como mito, desistem... È desistem de viver, de lutar de estar aqui.
Viver pode ser considerado uma viajem... Temos vários tipos de modos de se viajar. Para os que têm pressa, um jatinho: pratico, fácil e rápido... Sem paradas e com um rumo certo. Para os que querem um pouco mais de aventura e não vêem problemas em paradas, contratemos e um atraso na chegada ao destino: um ônibus. Tem os que preferem seguir de carro, pois assim podem parar e apreciar a paisagem... Tirar fotos e ver o quanto se pode curtir uma viajem... Sendo ela mais calma com cada coisa há seu tempo.
Tanto faz viajar ou viver... Temos que aproveitar cada momento. Parar pra ver o que tem de bom em nosso caminho. Sem presa, sem medo, sem fraquejar na jornada até em fim chegarmos ao nosso destino final, a morte. Né melhor?!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Fazer padecer...


É quando o interesse está acabando, que você percebe que pessoa ainda não veio... Nem te disse algo, não ligou. Nada foi dito, nem se te quer como amiga(o)...
A primeira impressão que temos quando conhecemos alguém e essa pessoa não liga e que não quer mais nos ver, que vai nos esquecer. Acaba por nos fazer padecer...
Acabando o interesse, a atração... E por que não o tesão, essa pessoa já não nos pertence.
E é engraçado quando vemos por aí, em Twitters, Facesbook e Orkuts que não estão conosco, que não dão bola... Meio que tem uma disputa, de quem vai conquistar quem. A pessoa com seu jeito bom, como se a espera de algo... Um ato, uma ação nossa.
Aos poucos isso vai nos indignando, enchendo de tédio... Até que chega uma hora que roubando o nosso ar.
Podemos dizer que em uma paquera, se não a procura se é deixada(o) só, para traz. E se caso depois a pessoa quiser, não consegue... Não vai nos satisfazer mais.
É nessa hora que nós não queremos saber se estamos desdenhando... Por que a pessoa não quis, e vai sofrer se caso de mudar de idéia.
Antes de pensar em se matar, de amor ou de dor, não fique calada(o)... Antes disso tudo acontecer, aja! Pois se você quer, mostre. Só assim vai saber se será seu. Né melhor?!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Ice, Ice Baby...

Acima de 100 graus Celsius, a água é um gás. Até 0 grau, um líquido. E abaixo disso, um sólido. Certo? Assim também é com o sentimento de carinho... Afeto, amor, que cultivamos nas pessoas.
No vácuo quase que absoluto, algo abaixo de 113 graus negativos, o
 gelo volta a derreter.
Bem... Se a água/amor se tornou gelo é por que a relação entre o elemento e ambiente sofreu uma mudança brusca. Muitas às vezes essas mudanças podem ser negativas... Abaixo de zero. Congelando assim o amor/água tonando-o um tanto duro, frio...
Mas se essa mesma água, depois de ter se tornado gelo volta a ser líquida, não será a mesma água de antes...

O que fazer para que o estado desse elemento tão importante em nossas vidas não mude?! Tanto com a água quanto com o amor, se quisermos mantê-lo em seu estado natural, temos que ter cuidado para que eles não ultrapassem os 100 graus, temos que moderas as brigas... Caso contrário, vão acabar evaporando.
Nem tão pouco deixar que as coisas esfriem demais... Uma relação abaixo de zero pode fazer com que o sentimento petrifique, e assim você não poderá usá-lo em seu estado mais nobre.
A água é um bem precioso... Assim como o sentimento que cultivamos nas pessoas a nossa volta. Se não cuidarmos de algo tão indispensável a em vida, acabaremos com sede. Seu termômetro é seu coração, use-o! Né melhor?!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

É dose!

Resposta clássica de quem não quer parecer nem irresponsável nem careta diz que " bebe socialmente"... Mas isso é um "risco moderado" de alcoolismo.Muitos “curam” suas magoas na cachaça. Como já ouvimos por ai... Beber pra esquecer os problemas. Mas nem sempre esquecemos. Na sua maioria, eles vêm à tona com muito mais força do que se estivéssemos sóbrios.

Quando sob o efeito do álcool, rimos... Choram, e até nos lamentam... Mas uma coisa é certa: beber não adianta nada.
O problema não ira sumir com alguns simples gole em uma latinha de cerveja, uma taça de vinho ou uma dose de uísque, vodca... Muito pelo contrario, vai te trazer mais problemas... Pois há uma linha tênue entre bebedores sociais e antissociais.  Nesse sistema o "risco moderado" já é "risco em crescimento".
Sinônimo de uma pessoa forte, não é aquela que tem uma maior tolerância ao álcool, mas sim o que encara os seus problemas de frente... E sóbrio!  Né melhor?!








sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Quando isso acontece?


Quem sabe o que é ter, e perder alguém?!
Resposta fácil pra quem sentiu a dor da perda e viu quem se ama partir... Deixar-te.
A dor de um relacionamento que chega ao fim é grande, chega a ser até maior do que qualquer outra pra alguns...
Quando isso acontece, ficamos perdidos... Como quem não tem pra onde ir.
Sentimos falta do outro, do toque, do cheiro, do amor... Ou será que essa falta é  costume da presença do parceiro(a)?
Esperar... Essa é a ilusão criada pelo nosso coração, para vez se a dor se torna menor. Acreditar que não temos mais aquele(a) que tanto amamos dói. Mas fazemos justamente o contrario na maioria das vezes... E esse é um dos erros mais cometido, pois não adianta de nada.
Assim, você se sente como quem não sabe viver... Não sem ter a pessoa a quem tanto se ama.
Tudo melhora se você percebe que não dá mais pra ser assim, e vê que é melhor ver outro em si... Algo do tipo saber o que é ter, sem querer pra si.
Ouça o que falam, o que dizem com relação a quem você deveria ser, sentir e perceber... Pra assim ser alguém mais feliz.
Sempre fará falta o grande amor. #FATO E o coração sempre vai pedir pra esperar... Pois ele não sabe viver sem tê-lo. Por que pra ele, não dá pra ser assim.
Mas você sabe que dá... E sabendo disso, diz pra si que não dá mais sofrer assim!
Né melhor?!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

De Novo...


Quando a gente tenta uma vez, e não da certo... O normal e tenta mais uma vez, certo?! Mas e se errarmos de novo?
Bem, dai tenta novamente... Mas algumas vezes, passamos pelos mesmos erros.

Chegamos a nos descabela, só que isso não adianta de nada.Só que muitas as vezes, nos descabelamos mesmo assim, por tolices...
É parando para pensar que vermos onde erramos. Vemos onde devemos melhorar, onde deve ser o nosso foco maior. Nos auto-avaliamos... E dai não erramos nunca mais. Né melhor?!